09 março, 2012

Silêncio




Há silêncio nas palavras
Quando os verbos estilhaçados fecham as frases.
Há silêncio nos gestos
Quando, dormentes, vencidos do hábito
não reagem.
Há silêncio no sorriso
Sempre que repuxado por instinto, 
acaba por magoar.
Há silêncio, 
Um silêncio surdo-mudo, estático, absurdo
como se o mundo parasse de girar.
Oiço a música lá fora, embate violenta no vidro opaco do silêncio, 
resistente, inexpressivo, 
amarrado para não gritar.





2 comentários:

T. disse...

E há tão poucos silêncios nas tuas palavras ;)

Adorei
beijo

Closet disse...

Nestas palavras, talvez...
Beijos