14 outubro, 2011

Dás-me cor


Dás-me cor.
Na multidão que invade os dias, encontrar-te foi uma explosão de vida. Um arco-íris gigante, infinito. Uma aguarela colorida, uma tinta brilhante.
Para explicar, todas as palavras são pobres, minúsculas. Queria pintar-te, todo, da cabeça aos pés, para perceberes o sentido. Pincelar-te ao ouvido «vem ter comigo» e besuntar-me nas cores com que me preenches a pele, tinges o meu sorriso.
Invades-me o olhar abertamente e o meu corpo treme de aviso. Não te consigo esquecer, por um minuto que seja. Entranhaste-te nos meus poros, corres pelo circuito sanguíneo e tatuaste as cores no meu paladar, no olfacto, no ouvido. Pintaste-me na tua tela, a traços grossos de carinho e amor. E onde eu era preto e branco, agora transbordo cor.


7 comentários:

Ametista disse...

Tão bonito, Closet..
Tenho saudades de vir aqui, mas não tenho tempo :(
Porque, afinal, gosto de ler-te com calma e saborear as palavras :)

Um grande beijinho

BF disse...

Apaixonante!
You know what I mean....

beijos mil,

ADORO-TE!!!!

Closet disse...

Ametista, obrigada... é da COR :)
Um grande beijinho

Closet disse...

BF... I know :S
ADORO-TE!!!

T. disse...

E é isto que tu fazes a quem te lê...Umas pinceladas de cor =)

Adorei

beijos

Tom disse...

Um arco-iris na alma!
Adorei!
Beijinhos coloridos:)

Closet disse...

T. e Tom : muitos beijos picelados de cor :)