15 dezembro, 2011

Voz de silêncio


Há uma voz de silêncio que me percorre o corpo adormecido. 
É um silêncio que fala através do olhar, do beijo ou de um abraço. 
Sinto-me bem em silêncio contigo, talvez porque me sinto verdadeiramente "contigo" e sinto-te "comigo". 
É um silêncio transparente. 
Há uma intimidade enorme no nosso silêncio que me aconchega a alma, como se a acariciasse de mansinho. Podia ficar a noite inteira deitada nesse silêncio. Sentir apenas a tua respiração rente ao meu pescoço, ter a companhia dos teus braços. 
Nesse silêncio escondido, a tua voz ecoa profunda e macia dentro do meu peito, acalma-me e aquece-me sentir-te perto. E é nessa entrega, surda e muda, que o frio, a sede e a fome desaparecem.

5 comentários:

T. disse...

Já o teu silêncio, cria em nós, teus seguidores um desassossego irritante, que se prende com a necessidade de te ler.

Adoro Sempre. Beijos

Closet disse...

Que sabor teria a vida sem um pouco de desassossego?? ;) obrigada, beijos

Eu mesma disse...

Essa é uma grande verdade T!!!

Beijos e Feliz Natal!

Anónimo disse...

As tuas palavras carregam tanto sentimento que quando te leio é um momento mágico. beijo grande

Viajante

Closet disse...

Viajante, é bom saber que contribuo para momentos mágicos, os teus especialmente ;) Um beijinho