17 fevereiro, 2012

Escorregar

Sempre achei que um dos meus principais problemas era escorregar. Ainda assim, abuso estupidamente dos saltos, mesmo nos pavimentos mais complicados, leio a andar diariamente e arrisco-me nos desportos mais prováveis de... escorregar.
Não aprendo a ter medo, não me convenço a mudar. Corre-me no sangue a paixão da adrenalina, move-me o desejo voraz de arriscar o desconhecido, vendar os olhos, suster a respiração, mergulhar.
Não sei ser de outra forma. Mais calma e inteligente, talvez. Mais segura, menos impulsiva. Sou assim.
Não tenho vertigens. Escorrego.
Levanto-me sempre e volto a andar.

2 comentários:

T. disse...

E o que é preciso é continuar sempre a levantares-te e a seguir em frente! Bora lá aos saltos =P

beijos

Closet disse...

era saltos altos que me referia, de sapatos e botas mesmo... mas também gosto de saltar, vá (de saltos,claro!!). 'Bora :)
beijos